O caso de Constança que está a sensibilizar Portugal

CONSTANÇA TEM FIBROSE QUÍSTICA E FAZ APELO ÀS AUTORIDADES PORTUGUESAS PARA QUE O MEDICAMENTO QUE PODE SALVAR ESTA DOENÇA FIQUE DISPONÍVEL

Ana Margarida Oliveira


“Não quero morrer, quero viver!” Assim começa a publicação de Constança na sua conta de Instagram.


Constança Braddell tem 24 anos e tem fibrose quística.

Desde setembro de 2020 que a doença passou a manifestar-se de forma dramática e Constança vive dependente de oxigénio. Está ligada a um ventilador não invasivo sempre, de dia e de noite.

Agora, Constança recorreu, em desespero, às redes sociais e apelou às autoridades portuguesas para que disponibilizem o medicamento em Portugal que pode salvar os doentes com fibrose quística.


Em Portugal existem cerca de 400 pessoas com fibrose quística, “uma doença hereditária autossómica recessiva mais frequente nos caucasianos, ocorrendo na Europa em cerca de 1/2500 nascimentos vivos. Em Portugal a incidência estimada é de 1/7000 nascimentos vivos.”



A publicação de Constança está a emocionar o país e a chamar a atenção para a condição dramática que esta doença provoca em quem, infelizmente, a tem e para a importância dos medicamentos mais apropriados, de acordo com a petição dirigida à Assembleia da República.


  • Partilha:

Top