Olá, verão! Porque é que o sol é tão importante nas nossas vidas?

SE DÚVIDAS HOUVESSE SOBRE A IMPORTÂNCIA DO SOL, A CIÊNCIA ESCLARECE


Esta segunda-feira, dia 21 de junho, assinala-se a chegada de algo há muito esperado por alguns: o verão!



É hora de passear, fazer churrascos, ir a praias desertas ou com um extenso areal para manter a distância social, ou então optar pela piscina de familiares e amigos.



É certo que este não será novamente um verão como aquele a que estamos habituados, mas com certeza dará para aproveitarmos o sol da melhor forma possível. Essa que é a estrela do sistema solar e da vida de muitos de nós. É ver uns raios de sol a despontar e saímos logo à rua – sem esquecer a distância social, claro.



O sol tem um papel fundamental na nossa vida e é capaz de influenciar o nosso estado de espírito, ou não fossemos nós portugueses, que, na falta de vitamina D, já achamos o mundo um lugar sombrio.


Mas vamos aos factos. Porque é que o sol é tão importante para o ser humano?

Está provado pela ciência que:

  • O sol aumenta os níveis de cálcio no organismo, o que é importante para o fortalecimento dos ossos e articulações;

  • Ajuda a prevenir doenças como osteoporose, doenças cardíacas, autoimunes, diabetes e cancro, principalmente no cólon, mama, próstata e ovários, pois reduz os efeitos da transformação das células;


  • Melhora a qualidade do sono, pois a luz do sol ajuda a regular o ciclo do sono.


Além disso, a falta de luz solar pode levar a uma depressão sazonal - também designada por desordem afetiva sazonal – que está relacionada com as mudanças de estação. Acontece sempre na mesma altura do ano: começa no outono, prolongando-se pelo inverno.

A luz é capaz de influenciar o nosso relógio biológico. Quando existe uma baixa de luminosidade, há uma quebra na produção de serotonina - um neurotransmissor do cérebro, conhecido como a hormona da felicidade, que afeta o humor. E quanto menos serotonina, maior a tendência para a tristeza e depressão.

Se dúvidas houvesse sobre a importância do sol, a ciência esclarece.



No entanto, é importante frisar o reverso da medalha: o sol em excesso também pode ser prejudicial. Não descures o uso do protetor solar e faz horário de bebé - apanha sol até às 11h e depois das 16h.


Bem-vindo, VERÃO 2021!


  • Partilha:

Top