Ítalo Ferreira é o primeiro campeão olímpico de surf e a sua reação deixa qualquer um emocionado

ÍTALO FERREIRA NÃO CONTEVE AS LÁGRIMAS NO MOMENTO EM QUE SE SAGROU O PRIMEIRO CAMPEÃO OLÍMPICO DE SURF


"Só queria que a minha avó estivesse viva para ela ver isto." Foi a primeira declaração de Ítalo Ferreira, à TV Globo, depois de se ter sagrado primeiro campeão olímpico de surf, esta terça-feira. Entre lágrimas, soluços e mais lágrimas, o atleta conseguiu expressar-se e deixou todos à sua volta, inclusive os que estão a acompanhar os Jogos Olímpicos à distância, emocionados.



Ítalo Ferreira soma assim dois grandes títulos: atual campeão mundial de surf e campeão olímpico. Este é o primeiro ouro olímpico da história do surf e jamais será esquecido para o atleta, brasileiros e amantes desta modalidade.


A paixão pelo surf começou aos oito anos, mas já desde tenra idade que surfava outras ondas (aquelas que não se enfrentam no mar). Oriundo de uma família humilde, as primeiras pranchas de Ítalo foram as tampas das caixas onde o pai pescador vendia peixe, feitas de esferovite. E foi assim que começou a enfrentar ondas maiores do que ele. Hoje, a história quase que se repetiu. Apesar de ter uma prancha, teve de fazer frente a águas castanhas e ondas muito instáveis, consequência de um tufão no Pacífico.


Ítalo enfrentou-as como ninguém e isso valeu-lhe o ouro. "Eu vim com uma frase para o Japão: diz amém que o ouro vem", disse em declarações à "TV Globo". E chegou mesmo, aos 27 anos.


  • Partilha:

Top