Ciclista holandesa chegou à meta a festejar o ouro, mas afinal ganhou prata

ASSIM QUE CHEGOU À META, A ATLETA COMEÇOU A FESTEJAR E A ABRAÇAR O TREINADOR

Jéssica Santos


Foi um momento que acabou por se tornar insólito. Imagina estares a festejar efusivamente, perante centenas de espetadores, uma vitória que afinal não o era. Foi o que aconteceu com a ciclista holandesa Annemiek van Vleuten, este domingo, durante a prova fundo de estrada dos Jogos Olímpicos.


A ciclista cortou a meta a achar que tinha chegado em primeiro lugar e festejou o ouro, mas não sabia que a austríaca Anna Kiesenhofer já tinha cortado a meta. Abraçou efusivamente o seu treinador e foi felicitada por outras atletas que também não se tinham apercebido da passagem da austríaca.



O erro acabou por ser geral e as imagens televisivas apenas mostraram uma dinamarquesa a felicitar Kiesenhofer pelo triunfo.


Apesar de não ter ganhado o ouro, o segundo lugar também merece ser festejado. Foi uma questão de minutos que separaram as duas atletas: Van Vleuten cortou a meta 1.15 minutos depois da austríaca.

A atleta já reagiu ao engano nas redes sociais e classificou a corrida de ontem como a “mais estranha” da sua carreira. “Houve muitos erros de comunicação na nossa equipa.



No final de contas, o balanço é mais do que positivo. Annemiek van Vleuten ganhou ontem a sua primeira medalha olímpica.


  • Partilha:

Top