Já há um asteroide com um nome português!

UM ASTEROIDE DESCOBERTO EM 1998 RECEBEU AGORA O NOME DE UM ASTROFÍSICO PORTUGUÊS

Madalena Costa


Se há coisa que deixa os portugueses cheios de orgulho é ver que um dos nossos é distinguido internacionalmente!

Aconteceu com Nuno Peixinho, um astrofísico português, que dá agora nome a um asteroide, descoberto em 1998.


O anúncio partiu do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, no qual o português é investigador, que dá conta de que o dito asteroide tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro.


Anteriormente, era conhecido pelo nome de (40210) 1998 SL56 e agora passa a chamar-se (40210) Peixinho, por decisão do Grupo de Trabalho para a Nomenclatura de Pequenos Corpos da União Astronómica Internacional (UAI).


Corria o ano de 1998 e, mais propriamente, o dia 16 de setembro, quando uma campanha de observações do Observatório de Lowell, nos Estados Unidos, descobriu o asteroide agora com nome português.


O asteroide Peixinho pertence à Cintura de Asteroides, entre as órbitas de Marte e Júpiter, e orbita o Sol a uma distância média três vezes superior à que separa o Sol e a Terra, completando uma órbita em cerca de 5,3 anos.



Além deste asteroide ter assinatura portuguesa, Nuno Peixinho é também o único português da lista de nomes de cientistas que foram atribuídos a pequenos corpos celestes pela União Astronómica Internacional.


Se há asteroide forte e impactante é o português, uma vez que o asteroide Peixinho "é o tipo de asteroide que, se viesse em direção à Terra, poderia causar um evento de extinção em massa.“


  • Partilha:

Top