Juíz deu uma segunda oportunidade a este traficante e anos depois é surpreendido

16 ANOS DEPOIS DE TER ESTADO NAQUELE TRIBUNAL COMO TRAFICANTE DE DROGA, EDWARD MARTER REGRESSOU COM UM TESTEMUNHO DIFERENTE


Edward Martell tinha 27 anos quando foi presente a tribunal. Apesar de ser jovem, já tinha um longo cadastro. Corria o ano de 2005, e estava em liberdade condicional quando foi detido por posse e tráfico de drogas.


Perante este caso, qualquer pessoa saberia o que fazer: condená-lo a vários anos de prisão. Mas o juíz Bruce Morrow decidiu dar-lhe uma oportunidade. Por acreditar que a maioria dos casos de fracasso acontecem porque as pessoas que mais precisam de ajuda nunca a chegam a obter, decidiu ajudar Edward.


O juíz deu-lhe três anos de liberdade condicional e o desafio de regressar a tribunal da próxima vez com uma conquista.

“Foi como que uma brincadeira, mas ele entendeu que eu acreditava que ele poderia ser o que quisesse”, disse Morrow ao The Washington Post.


E não podia ter tomado uma melhor decisão. Em maio deste ano, Martell entrou pelas portas do tribunal do condado de Wayne, pela primeira vez, não como recluso, mas sim enquanto advogado.

“Edward esteve neste tribunal pelo menos 50 vezes nos últimos 15 anos. E naquele dia veio com o maior sorriso no rosto e pronto para brilhar.”

O juíz Bruce Morrow foi um dos que assistiu ao juramento de Edward como advogado e a felicidade não podia ser maior.



O caminho até aqui não foi fácil devido ao seu cadastro, mas Edward pode contar com o apoio do juíz, com quem foi mantendo sempre contacto ao longo dos anos. E não só cumpriu com o desafio do juíz, como provou a si mesmo que era capaz.


  • Partilha:

Top